Livro: O Exorcista

15:31


imagem por Redatora de Merda

Título: O Exorcista
Autor (a): William Peter Blatty
Número de páginas: 331
Editora: Agir
Sinopse: O mal toma várias formas e a literatura e o cinema parecem se desafiar a criar inúmeras personificações desse mal. Seja com monstros, formas deformadas de nós mesmos, ou demônios, a indústria do entretenimento sempre foi bem-sucedida em representar a essência do nosso lado mais reprovável. O exorcista, no entanto, conseguiu ultrapassar esse limite. Inspirado em uma matéria sobre o exorcismo de um garoto de 14 anos, o escritor William Peter Blatty publicou em 1971 a perturbadora história de Chris MacNeil, uma atriz e mãe que está filmando em Georgetown e sofre com as inesperadas mudanças de comportamento de sua filha de 11 anos, Regan.





  [ imagem do filme: O exorcista]



  O livro conta a história de uma atriz famosa chamada Chris MacNeil, que acabou de se mudar para Georgetown, em sua casa mora um casal de empregados, a filha e sua secretária. Tudo ia bem até sua filha Regan começar a brincar com um tabuleiro Ouija e falar sozinha, preocupada com a filha Chris pergunta à ela com quem está falando e Regan diz que é um amigo o Capitão Howdy, Chris pensa que Regan está inventando um amigo imaginário por causa da ausência do pai (eles são divorciados) e não liga para o fato da filha brincar com o tabuleiro Ouija, já que ela não é religiosa. Depois de certo tempo Regan começa apresentar comportamentos estranhos, como por exemplo, começa dizer que as coisas no quarto dela estão se mexendo sozinhas, o que é verdade pois Chris começa perceber os moveis em locais diferentes e pequenos utensílios sumindo, Regan começa falar palavrões e mostrar um mal comportamento, Chris leva a filha à vários psicólogos e depois à psiquiatras e nenhum deles sabem ao certo o que está acontecendo com a menina, e o comportamento só piora, Regan fica inquieta, gritando obscenidades, apresentando força sobrenatural, se machucando e assumindo várias personalidades diferentes, a mais presente é o Capitão Howdy. A menina começa viver sedada e mesmo assim é incontrolável, desesperada e sem saber o que fazer Chris pede ajuda ao Padre Karras, que tem formação em psiquiatria. A partir daí vemos o sofrimento da mãe e a pressa do Padre para provar à igreja que a menina está possuída, para poder ter a autorização para um exorcismo.





" Assim como o brilho breve dos raios de sol não é notado pelos olhos de homens cegos, o começo do horror passou despercebido"




  Apesar de já conhecer a história O Exorcista foi um impacto, nunca tinha lido nada de terror e a cada pagina que lia sentia um misto de nervosismo e angustia, o livro se divide em quatro partes, a primeira é: "Começo" onde mostra a vida de mãe e filha felizes, e começa aparecer poucos sinais sobrenaturais, depois vem "A beira" onde conhecemos o Padre Karras e começamos a sentir que algo está muito errado com Regan, toda luta contra o mal vem em "Abismo" e "Que meu apelo chegue a ti..." nessas duas partes estão todo o terror que os personagens passam, as personalidades presentes na menina ficam incontroláveis e o horror só cresce. Nunca tive coragem de assistir o filme, mas depois do livro irei dar uma chance, afinal acho que nada mais pode me chocar, certo?

  O livro trás várias informações sobre psiquiatria, religião, o que me fez ir ao Google para pesquisar sobre tais assuntos, como por exemplo, transtornos, dupla personalidade e principalmente missas negras, esse tipo de ritual foi muito abordado no livro, e muito bem explicado pelo Blatty, de incio tantos detalhes sobre esse ritual me chocou muito, mas depois gostei de descobrir algo que nem sabia que existia, se você é muito religioso possa ser que não goste disso no livro, pois é bem explicito, na verdade o leitor tem que ter estomago forte para ler esse livro, pois o Blatty coloca de forma explicita a possessão de Regan, isso inclui a menina gritando obscenidades, e fazendo.
  Concluindo, O Exorcista foi uma das minhas melhores leituras, já o li três vezes e sempre sinto a mesma agonia desde a primeira vez que li, adorei como o Blatty desenvolveu os personagens e como narrou com detalhes as cenas mais tensas, pretendo assistir o filme em breve.



    [trailer do filme: O Exorcista]



                              Resenha por Ana Clara.

You Might Also Like

12 comentários

  1. Oii! Nossa três vezes! Eu ainda não li, sou um tanto medrosa, apesar de ter visto o filme, quando eu era uma pessoa mais corajosa rsrsrrssr Como é um clássico ainda pretendo ler e conferir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Leia mesmo, é incrível. Coragem!!!
      Beijos.

      Excluir
  2. Uau! Parece ser uma história bem forte e assustadora, acho que toparia ler e depois assistir o filme, já que nunca o vi (embora seja um clássico!). Gostei da resenha!

    Beijos,
    digaileitoresblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Pretendo ver o filme, leia mesmo. Beijos.

      Excluir
  3. Quando era mais nova via muito filmes de terror desse estilo, já vi O exorcista.
    Porém agora não me agrada muito assistir, e ler muito menos. Porque o livro é sempre mais forte que o filme, por causa dos detalhes, e por você usar sua própria imaginação.
    Adorei sua resenha. Para quem gosta desse estilo parece ser muito bom o livro.
    Adorei o blog

    Comecei a seguir
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Eu achei o livro bem chocante em algumas partes, principalmente por causa dos detalhes.
      Beijos.

      Excluir
  4. Ainda bem que não vi o filme, pois com certeza irei ler o livro, já pensei na ideia de comprá-lo várias vezes, mas por medo desisti huahssh
    Ótimo post!
    Abraço,
    http://meulivrofantastico.blogspot.com.br/
    @MeuLivroFantastico

    ResponderExcluir
  5. Ainda não vi sequer o filme, apesar de gostar muito desse assunto confesso que ainda fico com medo. Já o livro, fiquei muito curiosa pois não me assusto e consigo assimilar melhor as coisas. Fiquei bem curiosa <3 Abraço! :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      O livro não dá tanto medo, é bem chocam-se por causa dos detalhes. Leia é muito bom.
      Beijos.

      Excluir
  6. Oi, Ana!
    Assim como você, me recuso a ver o filme hahaha não preciso que minha mente seja mais perturbada kkkk, mas eu quero muito ler esse livro. Li o livro Exorcismo da Darkside e ele apenas me deixou com mais vontade ainda de ler essa história. Até hoje, poucos livros me deixaram com medo, e queria ler muito algo de terror que fosse realmente assustador.
    Bjs!

    -Ricardo, Blog Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o livro certo. Você vai amar.
      Beijos.

      Excluir